Por Favor aguarde...
 
   Lembrar dados
 
   Esqueci-me da password
 
 
 

Quando escolheu o nome do seu bebé?

Ver Resultados

Gripe A: Brinquedos retirados dos Hospitais

Gripe A: Brinquedos retirados dos Hospitais

Devido ao risco de contaminação do vírus H1N1, os brinquedos mais difíceis de lavar, que habitualmente se encontram nas salas de espera dos serviços de saúde e hospitais, deverão ser retirados.


Alguns pediatras defendem que os brinquedos difíceis de lavar devem ser retirados das salas de espera dos serviços de saúde, para evitar o risco de contágio de gripe A.

Por oposição, outros dizem que essa medida apenas aumentaria o medo de contágio e poderia causar pânico.

No entanto, há quem já tenha tomado esta medida, como por exemplo o Hospital da Luz, em Lisboa, que optou por retirar por completo os brinquedos das salas de espera e colocar folhetos informativos, que justificam a medida como forma de combater o contágio do vírus H1N1.

A Sociedade Portuguesa de Pedriatria (SPP) alerta para o reforço das lavagens dos brinquedos, mas refere que podem permanecer nas salas de espera. Pelo menos os de lavagem fácil. Sendo assim, é recomendado que brinquedos como: peluches, brinquedos com peças de pequenas dimensões e as 'piscinas de bolas' sejam retirados, assim como os brinquedos feitos de material não lavável.

A limpeza dos brinquedos, por sua vez, deverá ser feita com desinfectantes normais, comuns, de limpeza doméstica, que já permitem a destruição do vírus, recomenda a SPP.

Além destas medidas, adoptadas por alguns Hospitais, há ainda outras que se lhes acrescentam, como a limpeza de mesas, maçanetas de porta, corrimãos. Tenta-se assim evitar a transmissão indirecta do vírus da Gripe A.




21-09-2009

Notícias por mês:  
 
Votar

Cria um countdown da tua gravidez


 
comments powered by Disqus