Por Favor aguarde...
 
   Lembrar dados
 
   Esqueci-me da password
 
 
 

Quando escolheu o nome do seu bebé?

Ver Resultados

Perigos: As crianças e as Brincadeiras

Perigos: As crianças e as Brincadeiras

Os acidentes de infância, durante brincadeiras, são inevitáveis, por isso é importante vigiá-los, para que nada de grave aconteça.

Os acidentes das crianças, especialmente os domésticos, são frequentes e por isso merecem mais atenção. Quando algum destes acidentes ocorrer, além dos cuidados caseiros, deverá também consultar um médico e dirigir-se ao centro de saúde mais próximo, ou hospital.

Os acidentes mais frequentes são as queimaduras, as quedas, o choque eléctrico, as intoxicações, engolir objectos e por vezes também a asfixia ou afogamento. Por isso é necessário uma atenção redobrada. O que fazer então no caso de acontecer? Como evitar? Veja aqui:

Quedas

  • As quedas em criança são muito frequentes, especialmente em crianças pequenas.
  • O cuidado a ter será deixa-las em locais adequados a crianças, para de alguma forma salvaguardá-las de um queda grande, como por exemplo, de uma janela, de umas escadas ou muros.
  • Solução:
  • Colocar portões nas escadas, grandes nas janelas e tomar sempre conta das crianças, enquanto elas brincam  - em locais próprios.


Engolir Objectos

  • É frequente as crianças pequenas engolirem objecto, porque tendem, especialmente no primeiro ano de vida, a levar tudo à boca. Assim há que ter especial cuidado com objectos como pequenas peças de brinquedos, como lego, botões, bicos de chupetas, etc. Quando são maiorizinhos, o perigo passa a ser com pastilhas elásticas, moedas, caroços, pipocas, rebuçados.
  • Solução:
  • Compre brinquedos grandes e resistentes, de preferência sem bicos ou pontas finas. Evite roupas com botões, teste sempre as chupetas e evite manter guloseimas ao alcance das crianças.


Choques Eléctricos

  • Ao explorar a casa nos primeiros anos de idade é frequente que as crianças se deixem electrocutar pela curiosidade. Literalmente. As tomadas, fichas eléctricas e fios de electricidade são um alvo demasiado fácil.
  • Solução:
  • Use um protector de tomada, à venda em qualquer supermercado, para protege-las, esconda os fios. Caso a criança apanhe um choque, desligue o quadro geral, solte a criança e leve-a de imediato ao hospital.


Queimaduras

  • Por mais cuidado que se tenha, são frequentes, especialmente no primeiro ano de idade, as queimaduras com a água do banho, o biberão, a exposição inadequada ou mal planeada ao sol, ou mesmo com panelas.
  • Solução:
  • Antes de dar de mamar o biberão, teste o leite nas costas da sua mão, com umas gotinhas;
  • No caso do banho, antes de colocar a criança dentro de água, teste a temperatura da água mergulhando o seu cotovelo nela;
  • Para uma exposição adequada ao sol evite as horas de maior calor. A exposição da criança deverá ser feita até às 10h da manha, ou a partir das 17h da tarde. Proteja-a sempre com protector adequando a crianças.
  • Para evitar a queimadura com objectos, mantenha fora do alcance da criança objectos ou electrodomésticos que a possam queimar, como isqueiros, torradeiras, ferros eléctricos, fósforos, panelas ou cafeteiras.


Intoxicação

  • É normal a ingestão de produtos de limpeza, medicamentos e plantas venenosas, desde que a criança os alcance.
  • Solução:
  • Evite que produtos potencialmente venenosos estejam ao alcance da criança. Se mesmo assim ingerir algo venenoso, leve a criança para o hospital, levando a embalagem do produto que ingeriu, ou contacte um médico e explique-lhe o que ingeriu.


Afogamento

  • As crianças não devem ficar nunca sozinhas dentro de água. seja na piscina, no mar, na banheira/banho, ou mesmo perto de baldes com água.
  • Solução:
  • Se tiver uma piscina, arranje uma vedação, sem qualquer abertura possível para a criança, ou arranje uma cobertura.
  • Nunca deixe baldes com água ao alcance da criança.
  • Evite deixar a criança no banho sozinha, na praia, ou em qualquer situação.


Asfixia

  • É muito frequente a asfixia das crianças até um ano de idade, especialmente. A criança facilmente pode se asfixiar, normalmente com objectos como cordões, fios, plásticos, cobertores, colchões, etc...
  • Solução:
  • Mantenha a criança sob vigilância no contacto com esses objectos. E evite esse contacto.


  • Jogos Online para bebés e crianças

    Este é um espaço onde poderá usufruir de jogos para bebés online totalmente gratuitos e divertir-se com os seus pequenos (meninas e meninos). Aproveite e comece já a jogar!

  • Sites para Crianças

    Sites para brincar e aprender!

  • Melhores Apps para bebés e crianças até aos 3/4...

    Divertidas, didácticas e com um excelente custo-benefício. Assim são as melhores apps para crianças e bebés

  • Os primeiros passos do seu bebé

    Os primeiros passos do bébé são um importante marco no seu desenvolvimento, cujos pais jamais esquecem. Mas a altura em que o bebé começar a andar pode causar ansiedade, sobretudo a pais com familiares e amigos com crianças que começaram a andar cedo. No que diz respeito a andar, os bebés têm o seu ritmo próprio e quando finalmente dão o seu primeiro passo, este não é reflexo da sua inteligência, tamanho, ou das capacidades parentais da mãe ou do pai.

  • Como aprendem os bebés?

    Os bebés aprendem da mesma forma que os adultos. Saiba como e porquê.

  • As primeiras palavras do bebé

    As crianças apercebem-se desde muito cedo que cada acção sua provoca uma reacção nos adultos. O torna-se uma chamada de atenção quando o bebé o associa à satisfação das suas necessidades.

  • Como escolher brinquedos

    Esta idade representa um salto enorme, quer fisíco, quer mental. Por isso mesmo, não é fácil escolher os brinquedos indicados – estes terão de o ajudar a desenvolver as suas capacidades sem por isso deixarem de ser divertidos e seguros.

  • A falar é que a gente se entende!

    São cada vez mais os apologistas do desenvolvimento linguistico desde tenra idade. Os médicos aconselham as mães a falar com os seus bebés, desde a gravidez, para que eles possam conhecer a sua voz. A mãe deve falar, sobre as coisas mais

  • Crianças: ver TV sim.. e acompanhadas!

    Quando se trata da presença da televisão na educação, as opiniões dividem-se. Exista quem defenda que a TV ajuda a desenvolver as suas capacidades de comunicação , no entanto, estudos retratam que o aparelho tem uma influência negativa nas


 
Votar

Cria um countdown da tua gravidez

 

 
comments powered by Disqus