Por Favor aguarde...
 
   Lembrar dados
 
   Esqueci-me da password
 
 
 

Quando escolheu o nome do seu bebé?

Ver Resultados

Mães trabalhadoras influenciam saúde dos filhos

Ser uma boa dona de casa, mãe, e ainda conciliar com o trabalho, pode ser uma aventura. Apesar de organizada, a vida não corre perfeita, só em Hollywood.


Depois de acabada a licença de maternidade, volta para o trabalho. Provavelmente vai sentir-se culpada por trabalhar em vez de ficar em casa a cuidar do bebé. É um dos grandes desafios para a mulher. Não desanime, não é a única.
Segundo um estudo realizado no Reino Unido onde foram entrevistadas mães de mais de 12 mil meninos e meninas de cinco anos de idade, 60% dessas mães trabalham 21 horas semanais, equanto 30% deixaram de trabalhar quando o bebé nasceu.
Foram dadas também informações sobre hábitos alimentares e actividades dos filhos, como por exemplo, o açúcar consumido, quantas peças de fruta por dia, que quantidades de vegetais ingeridas, actividades desportivas que praticam.

Esse estudo apontou que as crianças consumem mais refrigerantes ou bebidas doces e menos frutas e vegetais, vêem mais televisão e fazem menos desporto quando as mães trabalham a tempo inteiro ou parcial. Há assim uma relação entre o facto da mãe trabalhar e a obesidade.

O papel do pai na família não foi envolvido neste estudo. No entanto, não se notou uma grande mudança relativa ao padrão de trabalho dos homens, enquanto que ao passo, a situação mudou radicalmente para a mulher, que trabalha mais e em variadas áreas, assumindo cargos distintos, comparativamente a anos anteriores.

Com um horário bem organizado, as crianças tornar-se-ão saudáveis, farão mais actividades e você, mulher e mãe, terá a oportunidade de passar tempo de qualidade com os seus filhos. 




01-10-2009

  • Bebé sobrevive a atropelamento de comboio

    A mãe do bebé, Oz, falou à televisão australiana do sucedido, pela primeira vez.
    As imagens chocantes que correram ao mundo mostram um milagre. Um bebé, no seu carrinho, desliza e cai na linha do comboio, quando este dentro de segundos chegaria à

  • «Chicco dá vida» apoia os bebés prematuros

    Pelo 4ºano consecutivo, a Chicco lança a campanha de solidariedade "Chicco Dá Vida". Nesta edição, a contribuição, através da compra de uma chupeta por €5, o seu total reverte para ajuda dos bebés prematuros.

    A marca visa pelo bem-estar infantil,

  • Artigos de criança: Novas medidas de segurança...

    Foram aprovadas novas normas de segurança em artigos de puericultura, nomeadamente artigos para dormir. Alguns artigos como edredões, sacos de dormir, colchões de berços e cama suspensos, foram destacadas como os artigos de maior risco para a morte

  • Vacinaçao contra a gripe A começa dia 26 de...

    A primeira fase da vacinação contra a gripe A vai ter início no dia 26 de Outubro, segunda feira, com 54 mil pessoas a receber uma dose, quando o previsto seria de apenas 49 mil.
    A vacina será administrada em duas doses, com um intervalo de 3 ou

  • Bebé glutão: novo brinquedo infantil lança...

    Está lançada a polémica: um novo brinquedo infantil, com o nome de Bebé Glutão, da empresa espanhola Berjuan, simula a amamentação. O boneco, do género Nenuco, mama, chora para mudar de seio e no final arrota.
    Com o brinquedo, vem uma miniblusa, que

  • Crianças até 2 anos não devem ver televisão

    É da opinião de muitos especialistas na área da pediatria e da psicologia que as crianças com idades inferiores a 2 anos não devem ver televisão, pois defendem que o aparelho limita a concentração da criança assim como prejudica o desenvolvimento da

  • 64% das grávidas usam a epidural

    Um estudo feito pelos serviços de anestesiologia apurou que 64% das grávidas escolhe a epidural para aliviar as dores do parto.

    Contudo, nem todos os hospitais tem serviços de anestesiologia a funcionar 24 horas por dia, e 38 a 93% das grávidas tem

  • Mães com Gripe A devem amamentar

    As mulheres com Gripe A podem e devem amamentar os seus bebés.


    Segundo Sandra Castro, enfermeira, especialista em Saúde Materna, afirmou que tal como o vírus da gripe sazonal, o H1N1 não passa para o leite materno, continuando este a ser saudável.

  • Esperança média de vida será cada vez mais alta

    Segundo um estudo da revista médica britânica "The Lancet", os bebés que nascerem hoje podem durar até aos 100 anos, isto é, que a esperança média de vida será cada vez mais alta, baseado nos índices de qualidade de vida, com menos limitações

Notícias por mês:  
 
Votar

Cria um countdown da tua gravidez


 
comments powered by Disqus