Warning: array_keys() expects parameter 1 to be array, null given in /home/kazulo/public_html/inc/class.dbobj.php on line 268

Warning: array_keys() expects parameter 1 to be array, null given in /home/kazulo/public_html/inc/class.module.php on line 99

Warning: in_array() expects parameter 2 to be array, null given in /home/kazulo/public_html/inc/class.module.php on line 102

Warning: array_key_exists() expects parameter 2 to be array, null given in /home/kazulo/public_html/inc/class.dbobj.php on line 67

Warning: array_key_exists() expects parameter 2 to be array, null given in /home/kazulo/public_html/inc/class.dbobj.php on line 67

Warning: array_key_exists() expects parameter 2 to be array, null given in /home/kazulo/public_html/inc/class.dbobj.php on line 67

Warning: array_key_exists() expects parameter 2 to be array, null given in /home/kazulo/public_html/inc/class.dbobj.php on line 67

Warning: array_key_exists() expects parameter 2 to be array, null given in /home/kazulo/public_html/inc/class.dbobj.php on line 67

Warning: array_key_exists() expects parameter 2 to be array, null given in /home/kazulo/public_html/inc/class.dbobj.php on line 67

Warning: Variable passed to each() is not an array or object in /home/kazulo/public_html/inc/class.dbobj.php on line 641

Warning: implode() [function.implode]: Invalid arguments passed in /home/kazulo/public_html/inc/class.dbobj.php on line 120

Warning: implode() [function.implode]: Invalid arguments passed in /home/kazulo/public_html/inc/class.dbobj.php on line 120
Começa hoje a campanha pelo direito ao parto normal - Notícias - Bebés e Puericultura da Gravidez, ao parto e alimentação do bebé
Por Favor aguarde...
 
   Lembrar dados
 
   Esqueci-me da password
 
 
 

Quando escolheu o nome do seu bebé?

Ver Resultados
Erro


Insert - Erro na Base de Dados sessions

Erro


SESSION_CREATE_ERROR

Começa hoje a campanha pelo direito ao parto normal

Começa hoje a campanha pelo direito ao parto normal

Tem hoje início a Campanha pelo Direito ao Parto Normal. Com duração prevista para um ano, esta campanha pretende diminuir a taxa de cesarianas praticadas em Portugal, que excede o dobro da recomendada pela Organização Mundial da Saúde.  


Arranca hoje, no Dia Mundial da Saúde, a Campanha pelo Direito ao Parto Normal. Esta iniciativa tem por objectivo sensibilizar a população portuguesa para a opção do parto natural, baixando a taxa de cesarianas que aumentou mais de 10% em apenas 8 anos.

A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) situa-se nos 15% para a prática de nascimentos com recurso a cesariana, mas na maior parte dos países desenvolvidos esta taxa é largamente ultrapassada.


 Lúcia Leite, enfermeira e pioneira do projecto, defende que estes números são alarmantes, pois aumentam os custos, a taxa de morbi mortalidade materna - morte influenciada por factores externos na mãe, entre outras causas.


Sobre Portugal, o Plano Nacional de Saúde (PNS) admite a importância de uma elevada taxa de cesarianas e das suas consequências negativas, tendo o intuito de a reduzir para 20% até ao ano de 2010.


Actualmente, os números são preocupantes, apresentado Portugal uma taxa de 34,1% de taxa de cesarianas, mas durante a vigência da campanha, que terá a duração de um ano, pretende-se criar as condições necessárias e informar as mulheres para que o parto normal seja, sempre que possível, a primeira opção.


Esta campanha conta com o apoio do Ministério da Saúde, da Ordem das Farmacêuticos e da Associação dos Enfermeiros Obstetras.


07-04-2009

  • Estado aumenta os apoios para tratar a...

    Entram hoje em vigor duas novas medidas para ajudar os casais a tratar a infertilidade. A comparticipação dos medicamentos vai aumentar quase o dobro, bem como, os casais serão logo encaminhados para o sector privado.

  • Maternidade Alfredo da Costa com Centro de...

    Centro de Procriação Medicamente Assistida já tem portas abertas na Maternidade Alfredo da Costa. Tendo o pessoal necessário para exercer, este centro conta atender 330 casais este ao final do ano. 

  • Depressão é mais frequente em mães de gémeos

    Estudo americano revela que a depressão pós-parto tem 43% de ocorrer em gravidezes múltiplas. As mães de gémeos estão assim mais susceptíveis para a depressão, e o stress é apontado como factor primordial para estes números.

Notícias por mês:  
 
Votar

Cria um countdown da tua gravidez


 
comments powered by Disqus