Por Favor aguarde...
 
   Lembrar dados
 
   Esqueci-me da password
 
 
 

Quando escolheu o nome do seu bebé?

Ver Resultados

Crianças com baixo nível de Iodo alarma Médicos

Crianças com baixo nível de Iodo alarma Médicos

Cerca de 46% das crianças portuguesas revelam carência de iodo, revela um estudo português.


No Congresso Europeu da Tiróide, que tem lugar em Lisboa vai ser apresentado um estudo, que revela a carência de iodo nas crianças e grávidas.


O estudo revela que 46% das crianças envolvidas no estudo apresentam níveis baixos da presença de iodo, um elemento químico essencial para o funcionamento humano, nomeadamente da glândula tiróideia, ao passo que 11% das crianças revelavam indícios muito baixos.

Destas 3.334 crianças, as que apresentam resultados mais alarmantes pertencem aos distritos Bragança, Coimbra, Covilhã e Portalegre, assim como a região do Algarve.

Um dos motivos que pode explicar esta incidência é o tipo de alimentação que se pratica nestas zonas.

O endocrinologista João Jácome de Castro, da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, explica que uma das principais fontes de iodo é pescado marinho assim como os produtos hortícolas, que contêm quantidades variáveis em função do solo onde foram cultivados e da água que também variam de zona para zona.
Desta forma, as pessoas que vivem em zonas mais distantes do mar, como zonas montanhosas, têm uma alimentação geralmente pobre em iodo e, por isso, mais susceptibilidade de sofrer de hipotiroidismo.

O hipotiroidismo é uma doença que afecta entre dois a três por cento da população portuguesa.

O estudo não envolveu só crianças em idade escolar, como também grávidas. Nestas o resultado foi ainda mais alarmante, por 80% das grávidas envolvidas no estudo tinham níveis abaixo do desejável e 20% níveis muito baixos. Isto é preocupante, uma vez que baixos níveis de iodo na gravidez podem condicionar alterações no desenvolvimento intelectual das crianças no futuro.

As necessidades de iodo aumentam ao longo da vida. Desde o nascimento até à adolescência, mantendo-se depois constante no adulto. A gravidez é a excepção, assim como a amamentação, em que a necessidade ainda é maior. Assim, a deficiente e insuficiente ingestão de iodo pode levar à diminuição da produção das hormonas tiróideias (hipotiroidismo) e ao aumento do tamanho da tiróide (bócio).

Alarmada com o resultado dos estudos, a Sociedade Portuguesa de Endocrinologia entrou em contacto com a Direcção-Geral da Saúde, para apelar  à sensibilização dos obstetras e propor a recomendação de um suplemento de iodo às grávidas, durante a gravidez.


08-09-2009

  • Mães trabalhadoras influenciam saúde dos filhos

    Ser uma boa dona de casa, mãe, e ainda conciliar com o trabalho, pode ser uma aventura. Apesar de organizada, a vida não corre perfeita, só em Hollywood.


    Depois de acabada a licença de maternidade, volta para o trabalho. Provavelmente vai sentir-se

  • Gripe A chega a Portugal em Outubro

    A vacina vai chegar a Portugal já no dia 12 de Outubro, apurou a ministra da Saúde, Ana Jorge.
    Ainda não sem certezas se vai chegar em lotes semanais ou mensais,  o mais certo é que vá ser organizada uma campanha de vacinação, em acordo com a

  • Future Health organiza workshop sobre...

    A Future Health, banco de sangue do cordão umbilical, vai realizar no dia 17 de Outubro, o 1º Workshop especialmente dedicado às futuras mamãs, dedicado ao tema da Criopreservação do sangue do cordão umbilical.

  • Worshops para as Mamãs e Bebés


    Vão realizar-se nos próximos sábados,  mais uma série de "Workshop Zen Babies - Fullmoon - Para Grávidas".


    O primeiro, a 26 de Setembro, vai decorrer no Fórum Cultural de Alcochete e vai contar com a presença de Marc Requilé, autor do CD

  • Descubra a importância de escolher o nome do...

    Escolher um nome do seu filho pode ser uma verdadeira aventura. Optar por um nome mais comum ou ser diferente? É aí que reside a grande questão.


    Você vê nas revistas e filmes ou novelas nomes cada vez mais originais que a inspiram a escolhê-los

  • A infertilidade afecta 500 mil casais em Portugal


    A infertilidade afecta cerca de 500 mil casais, só em Portugal, alerta o presidente da Sociedade Portuguesa de Medicina da Reprodução (SPMR), João Silva Carvalho.

    Silva Carvalho referiu que o número de ciclos de procriação medicamente assistida


  • Gripe A: Brinquedos retirados dos Hospitais

    Devido ao risco de contaminação do vírus H1N1, os brinquedos mais difíceis de lavar, que habitualmente se encontram nas salas de espera dos serviços de saúde e hospitais, deverão ser retirados.

  • Pornografia Infantil: Mais de 750mil predadores...

    Mais de 750 mil predadores sexuais na Internet, em sites de pornografia infantil.

    Estima-se que existam, em todo o mundo, mais de 750 mil 'predadores' permanentemente ligados à Internet. O seu objectivo: entrar em contacto com potenciais vítimas e

Notícias por mês:  
 
Votar

Cria um countdown da tua gravidez


 
comments powered by Disqus